Inês Sarti Pascoal, Portugal – > Grécia, SVE

A Inês Sarti Pascoal participou no SVE “DREAM – Design and Recycling for Environmental Awareness and Motivation”, de 6 de Junho a 4 de Julho de 2018, em Kalamata, Grécia.

Esta é a partilha da sua experiência!

Tive a grande oportunidade de ter participado no projecto DREAM e com todas as aprendizagens que advêm de um Serviço Voluntário Europeu.

Durante um mês, eramos 15 pessoas muito diferentes a partilhar uma casa. Tínhamos várias proveniências – Alemanha, Croácia, Espanha, Itália, Letónia, Portugal e Suécia, com idades dos 18 aos 28 anos, com diferentes religiões, culturas, hábitos diários, etc. Foi desafiante e por vezes pensei que iria haver uma batalha lá em casa. Porquê? Uns não lavam a loiça, outros deixam os copos usados pela sala, houve quem encontrasse umas cuecas femininas em cima da mesa da sala e até uma casca de melancia apareceu na sanita. E como é óbvio, cada pessoa tem a sua forma diferente de lidar com estas situações. Afinal, não foi preciso nenhuma batalha, e no final, já nos dávamos todos bem, com um maior respeito pelas diferenças de cada um. Para mim, foi uma experiência muito enriquecedora! Tolerância, aprendizagem e aceitação são as palavras que escolho.

1 (1)

Uma selfie do grupo de voluntários durante a sua festa final

 

Mas o SVE não é só festa…. Inserido no projecto DREAM, criámos um barco à vela! Como?

Deixo aqui a receita para 3 semanas de trabalho árduo:

* Receber milhentas garrafas de plástico com defeitos de uma fábrica de águas

* Desfazer as garrafas de plástico em tiras de cerca 5cm

* Com as tiras de plástico, criar malhas (tipo o crochet das avós)

* Criar um molde para o barco, com o tamanho que queremos

* Juntar as malhas de plástico com polyester líquido, dentro do molde

* Deixar secar, polir, aplicar novas camadas…

* E voilá!

 

wtf-haha-960x620

O nosso barco à vela que se chama “Piratiki

 

Fomos reportando num blog o nosso trabalho diário e outros artigos que podem ser consultados. Nele contém a receita em pormenor de como construir um barco, como sobreviver em grupo, quais as motivações dos criadores deste projecto “maluco”, etc.

Foi através da Associação Mais Cidadania que participei neste projecto-piloto. Agora que mostrámos ser possível criar um barco a partir de garrafas de plástico, o objectivo é o de este projecto ser integrado no currículo escolar na Grécia! Sinto-me grata por ter feito parte dele.

Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s